sexta-feira, novembro 09, 2007


Ontem recebi as minhas insígnias doutorais
Foi giro.

11 comentários:

Fátima André disse...

Parabéns!
Muitas Felicidades :)

Andreia Videira disse...

Muitos Parabéns!:)

Paideia disse...

Obrigada, Fátima e Andreia.
Um bom fim de semana.
Um abraço.
Idalina

JMA disse...

Muitos parabéns!

Paideia disse...

Obrigada, JMA. Espero retribuir-los a breve trecho. Embora a cor da fita não seja a minha favorita. Pensando bem, preferia um azulinho profundo, mas agora... só voltando ao princípio...

Smiling english disse...

Ai que bonito...a fitinha é um bocadinho tristonha para psicologia...mas fica sempre bem um colar diferente.

Muitos parabéns merecidos.
Qdo vem o livro?

A sua 1ª mestranda...
Dora

Paideia disse...

O livro, pois, querida Dora. À espera da decisão da FCT,e tal, muito trabalho, vamos ver.
:)
Um beijo grande da
Idalina

joao de miranda m. disse...

Sintoma de decrepitude ideológica por parte dos leitores deste e de muitos outros blogs de qualidade: "paideia", por exemplo, escreve bons artigos que ninguém comenta. Só quando vem uma noticiazinha de um doutoramento, todos (todas) se aprestam a dar parabéns à Doutora, a puxar o saco da Doutora e a comentar a corzinha das fitas da Doutora. Sociedadezinha deprimente, provincianismo lorpa! Tenho vergonha de que alguém assim possa ser meu (minha) colega.

Paideia disse...

João.
Foi injusto no seu comentário. As pessoas que comentaram são minhas visitas e comentadores assíduos, com uma delas mantive, durante um período prolongado de tempo, uma relação muito próxima, como se deduz pelo que deixou escrito.
Eu tb sou visitadora assídua dos blogs destas pessoas. Umas vezes comento, outras, não, porque nem sempre estamos com tempo, disposição ou inspiração para comentarmos, mas facilmente sabemos quem nos visita, assim como eles sabem que os visitamos.
Pedia-lhe que lhes pedisse desculpa, pois todos aqui são meus convidados e são bem-vindos.
:)
Idalina

joao de miranda m. disse...

Pedir desculpa foi coisa que nunca me causou problemas. Peço, pois, sentido perdão a quem se sentiu ofendido pela veemência das minhas palavras. Não tive intenção de ser malcriado (imaginem se tivesse...:)) mas permitam-me que, embora de modo bem mais cordato, reitere que me desgostou o facto de não se comentarem com tanta insistência outros trechos bem melhores que aqui são postados. Peço ainda perdão por ter vindo tão tarde, mas só agora tive tempo para o fazer.
Vou embora de consciência mais tranquila. Mas sabem, sempre dei tudo por uma boa provocação.
Fiquem bem.

Paideia disse...

Obrigada, João de Miranda.
:)