sábado, outubro 06, 2007



Da reflexão técnica à reflexão crítica


O isolamento e a falta de relações pessoais significativas na Escola contribuem muito para o insucesso académico e o abandono escolar. A relação com professores empenhados está fortemente associada à prevenção do abandono escolar (Baker, Terry, Bridger, & Winsor, 1997; Boyer, 1983; Higgins,1988; Phelan, Davidson, & Cao, 1992; Stevenson & Ellsworth, 1993).
Daquela nesgazinha de um terço que nos cabe no sucesso académico dos alunos, é minha crença que uma atenção individualizada a cada um deles e a consciência dos factores de contexto familiar, social e escolar constituem um elemento importante para melhorar os sentimentos de pertença, de auto-eficácia e a motivação para progredir, participar e aprender.
Ter em atenção as características de cada aluno, ensinar para a compreensão, para o crescimento e desenvolvimento dos alunos, tomar decisões críticas, criar um ambiente motivante, começam então a tornar-se tão importantes como a competência científica.
Se bem repararmos, à medida que vamos crescendo profissionalmente, a primazia dos aspectos técnicos vai cedendo lugar aos aspectos relacionais e à individualização.

1 comentário:

Girafa cor de rosa disse...

As palavras deste post confirmam as impressões que vou tendo e nas quais acredito. Aprendi e consolidei um pouco mais daquilo que deve ser um ensino eficaz capaz de "chegar" verdadeiramente aos alunos (nós não podemos ensinar alguém à força! Se esse alguém não estiver motivado e não tiver o mínimo de condições à sua volta não irá aprender nada e nada irá reter!)